O sistema de gestão da qualidade implementado pela Gerência de Análises Laboratoriais (Gelab) obedece aos requisitos da norma NBR ISO/IEC 17025:2005 e, atualmente, a Gerência está em processo de adequação de seus laboratórios visando à acreditação dos ensaios microbiológicos e físico-químicos.

O compromisso fundamental da Gelab é o de fornecer dados exatos e de confiança. Para atingir esse objetivo, todas as análises são executadas de acordo com métodos analíticos validados (EPA, Standard Methods, ASTM, ISO, ABNT etc.) e seguindo boas práticas de laboratório. A Gelab implementou um programa de garantia de qualidade detalhado e abrangente, apoiado por um sistema de gestão da informação do laboratório (LABWIN) em rede. A área da qualidade tem a participação de todos os técnicos da Gelab e existe um Grupo de Planejamento da Qualidade interno criado para este fim. Um programa abrangente de GQ/CQ que inclui procedimentos operacionais, rastreabilidade, duplicatas das análises, amostras de verificação e a participação em vários programas nacionais de ensaios de proficiência.

O credenciamento de laboratórios

No Estado do Rio de Janeiro, desde 12 de setembro de 1985, quando foi instituído o Sistema de Credenciamento de Laboratórios, passaram a ser aceitos somente resultados analíticos emitidos por laboratórios credenciados, para fins de atendimento aos programas de autocontrole da antiga Feema.

O Sistema foi atualizado pela NOP-INEA-03, publicada como Resolução Conema n°36, de 19/10/2011, de forma a garantir a comprovação da competência técnica de laboratórios que realizam análises em matrizes ambientais e que subsidiam os órgãos do sistema ambiental do Estado no exercício legal de suas atribuições de controle, monitoramento e fiscalização.