Compete ao Centro de Informação e Emergências Ambientais a integração de dados de monitoramento de cheias, áreas vulneráveis a incêndios florestais, e riscos ambientais, incentivando o desenvolvimento e o aprimoramento de métodos e procedimentos operacionais que visem a implementação de planos emergenciais ambientais, bem como disponibilizar informações, produzir laudos técnicos e relatórios às demais unidades administrativas do INEA para atender as demandas relativas a riscos ambientais e desastres naturais.

O CIEM mantém uma estrutura dividida em dois núcleos, o Núcleo de Alerta de Cheias (NUAC) e o Núcleo de Relações Estratégicas (NURES), e um serviço, o Serviço de Operações em Emergências Ambientais (SOPEA), sendo o SOPEA e o NUAC com funcionamento vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana, atendendo a chamados.

 

  • Núcleo de Alerta de Cheias (NUAC) - responsável por operar o Sistema de Alerta de Cheias do INEA, serviço que envia mensagens de alerta quando há possibilidade de transbordamento dos rios monitorados, fazendo uso de mensagens SMS e mantendo informações atualizadas online nas redes sociais e pelo site do Sistema. Também são enviados boletins diários e relatórios hidrometeorológicos mensais contendo a descrição e previsão do comportamento dos rios monitorados. Para tanto, mantém a Rede Hidrometeorológica Telemétrica de estações do INEA, base de informação para estudos e gestão em recursos hídricos, opera os dois radares meteorológicos de última geração do Governo do Estado, e conta com um serviço de detecção de descargas atmosféricas, buscando compartilhar as informações geradas com instituições parceiras, e atender as demandas do Sistema de Defesa Civil (Federal, Estadual e Municipal) em seus Planos de Contingência.

 

  • Núcleo de Relações Estratégicas (NURES) – executa projetos de cunho estratégico para o CIEM, como o Plano de Contingência Institucional do INEA, que faz a gestão do poder operacional do Instituto para resposta a desastres naturais, Projeto de Concepção do Arranjo Institucional e Operacional para a Gestão de Risco de Desastres no Estado do Rio de Janeiro, que promove o entendimento da gestão de risco em parceria com a Defesa Civil e o DRM/RJ, Projeto de implantação do Sistema de Radiocomunicação do INEA, que atenderá a necessidade de redundância de comunicação no Estado em situações de desastres naturais, integrando as Defesa Civis municipais, bem como articular a cooperação com outros centros de controle operacional.

 

  • Serviço de Operações em Emergências Ambientais (SOPEA) - tem como principal atribuição o atendimento “in loco” das ocorrências ambientais emergenciais tecnológicas com envolvimento de produtos químicos perigosos, na área de abrangência do estado do Rio de Janeiro. São aqueles denominados “acidentes ambientais tecnológicos”, representados pelas diversas tipologias acidentais, tais como acidentes no transporte (rodoviário, ferroviário, aquaviário, dutoviário, aeroviário), acidentes industriais (intra e extramuros), acidentes comerciais, residenciais, disposições inadequadas e descartes clandestinos de produtos classificados como perigosos pela Organização das Nações Unidas – ONU - em suas nove classes de riscos intrínsecos.

 

Quer falar conosco?

Ligue para (21) 2334-5965 ou envie e-mail para inea.ciem@gmail.com