O monitoramento sistemático permite acompanhar a evolução das condições da qualidade das águas ao longo do tempo, fornecendo séries temporais de dados. Com relação ao monitoramento automático, pode-se afirmar sua importância a partir da realização de uma avaliação contínua da qualidade da água, o que permite detectar alterações instantâneas, tornando possível agilizar as providências necessárias. Esse tipo de monitoramento, aliado ao monitoramento convencional, permite reunir amplitude e freqüência, imprimindo uma outra dinâmica ao monitoramento.

 

A escolha dos pontos de amostragem e dos parâmetros a serem analisados é feita em função do corpo d'água, do uso benéfico de suas águas, da localização de atividades que possam influenciar na sua qualidade, e da natureza das cargas poluidoras, tais como espejos industriais, esgotos domésticos, águas de drenagem agrícola ou urbana.

 Estações 2016 Praias