Notícias |15.09.2020

Incêndio fecha Parque Estadual da Serra da Concórdia para visitaçãoQueimada de grandes proporções atingiu a unidade de conservação no último domingo

O Parque Estadual da Serra da Concórdia, localizado no Médio Paraíba Fluminense e administrado pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), está fechado à visitação, por tempo indeterminado, devido ao incêndio que atingiu a unidade de conservação no último domingo (13/9).

Uma equipe composta por 25 pessoas, entre guarda-parques do Inea e do Corpo de Bombeiros, atuou por dois dias consecutivos (13 e 14/9) no combate às chamas que consumiu 70 hectares de área do parque e provocou a morte de várias espécies da fauna local. O trecho mais afetado foi o localizado na sede da unidade de conservação, que abrange as trilhas, mirantes e área de camping. Nesta terça-feira (15/9), as equipes do órgão ambiental estadual e do Corpo de Bombeiros fazem o trabalho de rescaldo (monitoramento da área para evitar que o fogo reascenda).

“O incêndio foi controlado e extinto na tarde de ontem (14/9) e acreditamos que tenha sido criminoso. Por isso, fizemos registro de ocorrência na 91ª Delegacia (Valença) para investigação do caso”, afirma o gestor da unidade de conservação, Maurício Macedo.

Com 5.952 hectares de Mata Atlântica, o Parque Estadual da Serra da Concórdia abrange partes dos municípios de Valença e Barra do Piraí e está localizado na Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul.

A unidade de conservação foi criada com o objetivo de assegurar a preservação dos remanescentes de Mata Atlântica ali encontrados, preservar espécies raras, endêmicas e ameaçadas de extinção da flora e da fauna; e integrar corredores ecológicos capazes de garantir a preservação da diversidade biológica regional.

Em destaque