Notícias |15.05.2019

Seas e Inea participam da primeira Audiência Pública da Comissão de Defesa do Meio Ambiente na AlerjSecretária Ana Lúcia Santoro e o presidente Claudio Dutra pontuaram os desafios, prioridades e conquistas da nova gestão

A secretária de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, Ana Lúcia Santoro, e o presidente do Inea, Claudio Dutra, participaram nesta quarta-feira (15/5) da primeira audiência pública da Comissão de Defesa do Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Ao lado dos subsecretários da Seas e dos diretores do Inea, a secretária apresentou os principais desafios e conquistas da pasta nos primeiros meses da nova gestão.

Partindo do conceito de sustentabilidade como uma diretriz de viabilidade econômica e não como empecilho para avanços no estado, a secretária pontuou o passivo encontrado da gestão anterior e as metas já alcançadas. Dentre as conquistas, a entrega das obras do Trecho 1 do Tronco Coletor Cidade Nova, em abril deste ano; avanços na redução do passivo de licenciamento ambiental pelo Inea; além da retomada de ações quanto à segurança hídrica e segurança de barragens.

Entre as prioridades do planejamento da secretaria, para os próximos quatro anos, estão gerir de forma integrada os recursos hídricos; fortalecer e ampliar o sistema de esgotamento sanitário nos municípios; ampliar a coleta seletiva nas cidades, erradicar lixões e retomar o Fórum Rio de Mudanças Climáticas.

“Sem dúvida a questão ambiental, transversal da maneira que é, passa por todos os princípios inegociáveis do Governo Wilson Witzel, lembrando da educação, do compromisso com o cidadão e com as futuras gerações”, concluiu a secretária em sua apresentação.

O presidente do Inea também pontuou as realizações do órgão ambiental estadual, destacando a superação de metas, nos primeiros 100 dias do governo, no âmbito do licenciamento ambiental. “O passivo que nos foi informado foi de 3500 licenças pendentes, mas na verdade herdamos, no total, 8600. Nossa meta era reduzir 10% do passivo, em três meses, e conseguimos superar este número, concedendo 970 licenças no período”, ressaltou Dutra.

Em destaque