Notícias |01.04.2021

Universidade do Ambiente completa 5 anos de excelência em formação ambientalEspaço corporativo auxilia o Inea na missão de ser um órgão ambiental de referência nacional

Referência nacional na formação acadêmica ambiental, a Universidade do Ambiente completou na última terça-feira (30/3), cinco anos de existência. O espaço de aprendizagem gerido pelo Instituto Estadual do Ambiente (Inea), órgão vinculado à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade, já promoveu cerca de 200 formações com quase 6 mil participantes, entre servidores do instituto e profissionais de meio ambiente espalhados pelo Brasil e por outros países.

A escola corporativa dispõe de um cenário ímpar para a troca de saberes e constante evolução e renovação do corpo técnico ambiental do Estado do Rio de Janeiro. Foi criado pelo Inea em 2016 para ser um espaço de aprendizagem interno, uma ferramenta de fortalecimento institucional e, ao mesmo tempo, auxiliar o instituto na missão de ser um órgão ambiental de referência.

Motivo de orgulho e afeto dentro do instituto, a Universidade do Ambiente promove intercâmbios de conhecimentos e companheirismo entre as gerações de servidores e instituições parceiras. Para o presidente do Inea, Philipe Campello, a data é motivo de orgulho para o instituto.

“Graças à Universidade do Ambiente, o corpo técnico do Inea tem a oportunidade de estar em constante evolução. A transferência de conhecimento de toda uma geração de analistas ambientais do Estado do Rio de Janeiro, que se destacaram pelo seu pioneirismo e qualidade técnica, é um dos maiores legados que podemos deixar por meio do instituto e da universidade”, celebra Campello.

Visão estratégica

Mais do que simplesmente empreender ações continuadas de capacitação, a Universidade do Ambiente interliga também as necessidades de treinamento dos servidores do Inea aos desafios do ciclo de gestão, facilitando o alcance das metas da instituição, em linha com a estratégia sob a qual foi concebida.

“A Universidade do Ambiente é produto de uma política institucional do Inea de formação continuada, contando ao longo destes cinco anos com parcerias sólidas com outras instituições. Tudo isso alinhado às diretrizes estratégicas dos órgãos ambientais estaduais e às principais necessidades de desenvolvimento profissional dos servidores. Temos muito orgulho do seu impacto”, afirma a gerente de Desenvolvimento de Pessoas e gestora da escola corporativa, Elaine Costa.

Entre as atribuições do setor está a identificação das necessidades de formação consideradas estratégicas para o alcance das metas da Seas e do Inea. Essas demandas são apresentadas tanto pelos técnicos quanto pelo corpo diretor das duas instituições. Em um segundo momento, após a análise da pertinência e da viabilidade financeira das capacitações sugeridas, a Gerência de Desenvolvimento de Pessoas do Inea define e planeja a execução daquelas que, no ano seguinte, serão ofertadas aos servidores e, ocasionalmente, a funcionários de entidades parceiras.

Fotos pré-pandemia

Em destaque