Notícias |15.05.2020

Áreas protegidas mais fortes e unidas na quarentenaChefes das UCs se reúnem virtualmente para planejar ações

Em tempos de pandemia, a atitude agora é planejar ações de proteção ambiental. Este foi o mote da primeira videoconferência que reuniu todos os chefes das Unidades de Conservação do Rio de Janeiro com o diretor da Diretoria de Biodiversidade, Áreas Protegidas e Ecossistemas (Dibape) do Instituto Estadual do Ambiente (Inea), João Eustáquio, o subsecretário da Conservação da Biodiversidade e Mudanças do Clima, Antonio Marcos Barreto, da Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade (Seas). A ação aconteceu por solicitação de Carlos Henrique Vaz, presidente do Inea, que acredita que este é o momento para unir, mesmo com o distanciamento de todos.

A reunião desta quinta-feira (14/5) focou na atualização de informações e planejamento das ações durante a quarentena, a proteção ambiental e conscientização do isolamento social sob as orientações do Governo do Estado do Rio de Janeiro. João Eustáquio destacou a importância do trabalho que os chefes da unidades vem desempenhando nesse período, e parabenizou os participantes por todas as ações realizadas até agora. Antonio Marcos, que levou a palavra do Secretário Altineu Cortes, elencou as principais metas e diretrizes do trabalho de maneira remota para o avanço da agenda verde do Rio de Janeiro.

Em destaque