Monitoramento do Uso e Cobertura

O INEA executa o monitoramento sistemático do Uso da Terra e Cobertura Vegetal de todo o estado com o apoio de imagens orbitais do satélite LandSat, software e equipe especializados em Sensoriamento Remoto.

Os mapeamentos  possuem detalhamento compatível com a escala 1:100.000, para os anos de 20072013 e 2015 e o próximo mapeamento será para o ano de 2018.

o INEA também executou mapeamentos mais detalhados, escala 1:25.000.

A) Região Hidrográfica I (Baía da Ilha Grande) ano 2012;

B) Bacias Hidrográficas dos Rios Macacu e Caceribu ano 2012;

C) Regiões Hidrográficas III, IV, VII e parte da IX ano de 2015.

Projeto Olho no Verde

O Projeto Olho no Verde realiza o monitoramento sistemático de uma área de dez mil quilômetros quadrados de Mata Atlântica, onde estão os principais remanescentes florestais do Estado do Rio de Janeiro, com o objetivo de combater o desmatamento ilegal.

Para isso, utiliza imagens de satélite de alta resolução podendo ser obtidas semanalmente, o que permite identificar, com precisão, desmatamentos a partir de 300 metros quadrados, ou seja, até mesmo o corte de uma única árvore.

As imagens captadas são analisadas por empresa contratada pelo INEA a fim de verificar diferenças correspondentes a perda de vegetação em um curto espaço de tempo. Posteriormente, os dados são enviados ao INEA, onde são analisados em uma sala de situação por uma equipe multidisciplinar, avaliando se os alertas correspondem de fato a perda de vegetação nativa de mata atlântica para então delegar às equipes responsáveis por cada localidade, gerando assim, estatísticas do combate ao desmatamento no ERJ.

A fiscalização envolve a Coordenação Geral de Fiscalização do Inea, as superintendências regionais, equipes das unidades de conservação estaduais, o Comando de Polícia Ambiental (CPAm), e a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA).

Desde o início do projeto, em 2016, já foram selecionados mais de 1000 alertas nas salas de situação. Deste número, um pouco mais de 50% indicam que houve supressão de vegetação e/ou alguma intervenção no local.

A expectativa é dar um retorno a sociedade, mostrando a efetividade do combate ao desmatamento por parte do poder público.